EnglishPortuguese
Logo PreviSaúde

Saúde, um futuro global, individualizado

O conceito Saúde tem vindo a evoluirao longo dos anos, tornando-se, paradoxalmente, cada vez mais abrangente e identitário. A própria OMS define Saúde como «um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência da doença ou enfermida-des». Estamos a entrar num patamar do bem-estar pleno, do eu completo, enquanto ser uno e social simultaneamente.
Esta abordagem mais global e integrativa do conceito Saúde, que implica uma perceção indi-vidual de boa qualidade de vida, tem que ter uma resposta, por parte da sociedade (neste caso de todos os agentes de saúde e bem-estar), condi-zente e adequada.
Cabe ao “mercado” encontrar soluções que se adequem a estas necessidades mais amplas e globais e, simultaneamente, mais individualiza-das.
A oferta isolada de cuidados de saúde é algo ultrapassado e, hoje, é preciso encontrar soluções que sejam globalizantes e, ao mesmo tempo, per-sonalizadas; torna-se numa tarefa complexa e de difícil concretização. Esta mudança de para-digma, obriga a uma alteração de soluções e de comportamento, dos diferentes “players” deste mercado.
O desenvolvimento de soluções integrativas, que respondam às diferentes necessidades das pessoas e que complementem as várias áreas onde estas atuam – por exemplo, saúde laboral, saúde escolar, saúde individual, saúde domici-liária, saúde em férias, saúde no lazer – será o ca-minho que prevalecerá, no futuro próximo. Estas soluções deverão estar ancoradas numa resposta personalizada, individualizada e, dentro dos pos-síveis, o mais digital e remota possível. Sem dú-vida que as respostas na área da saúde e bem–estar terão que ter estas caraterísticas, ou seja, soluções globais, personalizadas, com forte aces-sibilidade, de resposta pronta e com o recurso às novas tecnologias de informação, permitindo uma solução célere, única e com o menor des-perdício de tempo, porque este, sim, é o bem mais escasso que temos.
A nossa saúde agradece termos “players” que nos ajudem a manter a nossa máxima qualidade de vida e a despendermos o mínimo do nosso recurso mais valioso, o tempo. Como seres emo-cionais e sociais que somos, as respostas perso-nalizadas e integrativas são o único caminho possível, onde a qualidade de vida perdure e o nosso bem-estar cresça.

Miguel Gouveia de Brito

CEO – Previsaude by TrueClinic

Matéria do Jornal Diário de Aveiro – Edição nº 12.602 do dia 11 de novembro de 2022.

Gosta do conteúdo? Compartilhe